Chevrolet Cobalt: Direção de emergência

Em determinadas situações, manobrar pode ser mais eficiente do que frear.

Por exemplo, se você estiver chegando ao alto de uma ladeira e descobrir um caminhão parado na pista; ou se um veículo aparecer de repente vindo de outro lugar ou se uma criança sair correndo de trás de veículos estacionados e parar bem na sua frente.

Você pode evitar esses problemas pisando no freio, se for possível parar a tempo. Mas às vezes não é, pois não há espaço para isso. É hora de uma ação defensiva, manobrando para contornar o problema.

Primeiro aplique os freios - sem deixar que as rodas da frente travem. Com o risco de colisão, é sempre aconselhável reduzir antes a velocidade. Depois, contorne o problema manobrando pela direita ou pela esquerda conforme o espaço disponível. Uma situação de emergência como a descrita acima, exigirá atenção total do motorista e uma decisão rápida.

Se você estiver segurando o volante conforme recomendado, na posição de nove e três horas, conseguirá fazer um giro rápido de 180 sem tirar as mãos dele. Mas se tiver de agir com rapidez, esterce depressa e depois volte à linha reta assim que ultrapassar o objeto.

O fato de situações de emergência serem sempre possíveis é motivo suficiente para praticar direção defensiva e usar corretamente os cintos de segurança.

    Veja também:

    Hyundai i30. Condições de condução perigosas
    Se tiver que conduzir em condições de perigo, como por exemplo, em estradas alagadas ou cobertas de neve, gelo, lama ou areia, tenha em conta as seguintes sugestões: Condu ...

    Toyota Corolla. Se o seu veículo precisar de ser rebocado
    Se for necessário o reboque, recomendamos que seja feito por um concessionário ou reparador Toyota autorizado, outro profissional devidamente qualificado e equipado ou um serviç ...

    Modelos



    © 2017 Todos os direitos reservados 0.0278